segunda-feira, 25 de março de 2013

Diamantes

                                                                                                  Bolsista: Eliana Carvalho






Oi amigos seguidores da Química da beleza! Hoje estarei falando dos cristais de diamantes, esta preciosa jóia por incrível que pareça e graças a Química ela surgem através do carbono em alta temperatura. Ela tem várias finalidades uma dela é deixar as pessoas mais lindas e elegantes através de seu brilho. Os diamantes podem variar sua cor, pela imagem podemos perceber a cor amarela predominado, esta cor é devido à presença de nitrogênio na estrutura cristalina que substitui alguns átomos de carbono.
       O diamante é uma das formas alotrópicas (pode se unir de várias formas diferentes, formando inúmeras substancias) do carbono, que também pode se apresentar na forma pura como: grafite, carvão e fulereno. Em compostos, ele pode ser encontrado em carbonatos, hidrocarbonetos, carbetos, etc.


        A forma alotrópica do carbono é a substância natural mais dura existente no mundo.  A dureza do diamante é devido sua estrutura altamente compacta, mas mesmo sendo duro o diamante pode ser quebrado mas não riscado. Além de um ótimo isolante elétrico, pois seus elétrons de valência estão firmemente envolvidos na formação de ligação sigma entre os átomos de carbono, não sobrando elétrons livres para conduzir corrente elétrica. Para saber a quantidade de átomos de carbono que há em certa quantidade de brilhantes é necessário consultar a tabela periódica para chegar ao valor da massa. Como o átomo é muito pequeno a unidade de media usado para medi-lo será U.
Vejamos um exemplo:
Para saber a quantidade de átomos que há em um diamante que contenha 0,4g.c. Admitindo-se que um diamante contenha apenas átomos de carbono.
A massa atômica dele na tabela é 12,0
Então vamos calcular?
12u C ------------- 6.1023
0.4u C-------------X
X= 2.1022 átomos de C

        Que bom, amigos Quipibid sabermos que através da química podemos fazer quem não tem brilho tornar a jóia mais brilhosa do mundo.

Referências bibliográficas
http://letras.mus.br/damares/1785921/
http://www.brasilescola.com/quimica/alotropia-carbono.htm
http://antoniodantasnet.blogspot.com.br/2006/12/qumica-diamantes.html
http://www.webluxo.com.br/menu/joias/11/diamante-amarelo-110-quilates.htm
http://www.diamantes.noradar.com/
Peruzzo, Francisco Miragaia Química na abordagem do cotidiano vol 1/ Francisco Miragaia Peruzzo (Tito), Eduardo Leite do Canto. - 4. Ed.- São Paulo: Moderna, 2006, pag 478-484.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário